Números

Número 0

A jornada pelos números começa no 0 (zero) e termina no 9 num total de 10 símbolos capazes de descrever o infinito. Preste atenção na geometria contida nestes dois extremos, entre 0 (zero) e 9.

Quando você vê um círculo na numerologia está vendo uma referência à algo superior, universal, uma fonte infinita de sabedoria, um Ovo a partir de onde tudo surge. Esta perfeição que encontramos no 0 (zero) não será encontrada em nenhum outro lugar.

O 0 (zero) é a forma final, a mais perfeita e bem acabada, por isso ele é representado por um círculo, a forma mais perfeita segundo Platão. Nele há todo o potencial existente que já se materializou e que um dia poderá se materializar.

Zero é o início mágico da nossa jornada. Estar nele é estar imerso na grande verdade que sustenta o mundo, é beber da fonte, é ser a própria fonte. Zero é sempre uma referência ao sentido mais puro e integrador da palavra Deus. O homem, fruto desta perfeição, por outro lado, já não está completo, mas sente e intui que existe algo mais.

Quando do 0 surge o 1 então nasce o indivíduo. Este indivíduo passará o resto de sua existência buscando o retorno à sua origem, quando ainda não havia se convertido numa singularidade através do 1, encontrado o 2, desfrutado o 3, trabalhado o 4, contemplado o 5, sentido o 6, servido como o 7, conquistado o 8 e, finalmente, alcançado o 9.


capítulo anterior
Introdução
próximo capítulo
Número 1

Obrigado, {{contato.nome}}!
Seu comentário foi enviado.


Conte-nos o que achou deste capítulo...



contato@eliti.com.br
(48) 9 9982-6011
Florianópolis e Blumenau

desenvolvido por