Números

Número 3

O 3 é o número da comunicação, da alegria, da expressão, da criatividade. O 1 é o pai, o 2 é a mãe e o 3 é o filho brincalhão e feliz. É o prazer de sentir a liberdade. Seu próprio símbolo lembra o de uma ave que voa pelo céu dançando com o vento. Quando temos a energia do 1 e do 2, do masculino e do feminino, unidas através do amor o 3 é a sua criação.

É como se o 1 fosse uma parte do poder do neo-córtex esquerdo, nosso lado prático; o 2 fosse uma parte do potencial do hemisfério direito, nosso lado intuitivo. E quando utilizamos ambos os hemisférios de forma integrada a imaginação pode plasmar-se em algo concreto, este e o prazer que brota desta combinação é o número 3. E o que faria esta alegria senão expressar a si mesma?

Ter um 3 bem desenvolvido é saber fazer da comunicação uma fonte de prazer por estar em contato com outros corações, mentes e corpos. Ele é a atitude de mostrar nossos talentos naturais, de celebrar a vida através do processo criativo.

Uma forma superior de vida brotará desta alegria de viver do 3. Ele ainda não tem a estrutura e organização do 4, o entendimento do 5 e nem o silêncio do 6. Mas nada disso faz falta neste momento. Uma criança não precisa de nada além da proteção do pai e da mãe para ser feliz. O número 3 é como esta criança contente em expressar o que é ainda que de forma inocentemente, brincalhona, prazerosa e sem a cobrança por estrutura e conhecimento.

O ritmo a ser aprendido com o número 3 é o de criar, manter e transformar. Na astrologia chamamos isso de "As Três Qualidades" que são:

  • Cardinal, o início do movimento;
  • Fixo, a manutenção e ápice do movimento;
  • Mutável, a transmutação ou fim do movimento.

Esta ideia é parte do mistério da Santíssima Trindade e também está expressa na concepção trina de Deus do hinduísmo através de Brahma (o criador), Vishnu (o mantenedor) e Shiva (o destruidor).

Com o 3, integramos a energia do 1 e do 2. Observe a geometria do 3. Veja como se parece com uma ave. No 3 é onde nos damos conta de nossas asas, nossos talentos, e aprendemos a apreciar a Liberdade num nível mais rudimentar.

Não importa quão alto uma ave veio para voar, todas precisarão estar primeiro com os pés no chão para, daí sim, alçar vôo. Este 3 brincalhão uma hora percebe que o propósito de suas asas é levá-lo à Liberdade Final, ao número 9. Antes disso, o próximo passo será sair da inocência e caminhar do sentido de desenvolver a estrutura sólida do número 4.

O 3 e o 4 juntos marcarão um novo ritmo onde a criatividade do 3 ganha poder de realização com a ordem e disciplina do 4. O preço no próximo passo é alto, a criança inocente caminha para virar um adulto responsável.


capítulo anterior
Número 2
próximo capítulo
Número 4

Obrigado, {{contato.nome}}!
Seu comentário foi enviado.


Conte-nos o que achou deste capítulo...



contato@eliti.com.br
(48) 9 9982-6011
Florianópolis e Blumenau

desenvolvido por