Números

Número 4

O 4 é o matemático, o preciso, o calculista. Com o 1, 2 e 3 temos os arquétipos do pai, da mãe e do filho. O 4 é como a casa, uma estrutura pela qual passa esta energia trina e dá sustentação à sua evolução. Com o 4 começa a organização para ir mais longe. 1, 2 e 3 são os chamados números pessoais porque compõe a estrutura básica do ser. O 4 dá início ao grupo dos números grupais: 4, 5 e 6. É o início de um novo ciclo dentro de um ciclo maior.

No primeiro ciclo conquistou-se a iniciativa e a força do 1, a parceria e o carinho do 2, a alegria e a criatividade prática do 3. Agora, estamos neste novo ciclo do 4, 5 e 6 onde o foco sai do Eu Individual para expandir-se ao Eu do Grupo. Com o 4 começa uma nova fase cujo propósito é o de construir uma casca, uma capacidade superior de resiliência, de maturidade para aprender a encontrar solução para os próprios problemas sem recorrer ao papai ou à mamãe.

Quando o 1, 2 e 3 já estão presentes, a intuição aponta para construção de uma rotina, um método, uma forma de dar sustentação à Arte de Viver que, neste ponto, ainda não existe pois faltam o 5 e o 6, mas tudo que poderá existir daqui pra frente e o quão longe chegaremos por dentro e por fora vai depender deste fundamento do 4 para se sustentar.

O 4 dá a base, estrutura, condições de manter-se no tempo. Por isso, a natureza abusa do número 4 através dos seus 4 elementos: água, ar, terra e fogo. Sua combinação com o número 3 é o encontro da estrutura do 4 com a criatividade pulsante do 3 que funciona, conforme vimos anteriormente, em ciclos de energia cardinal, fixa e mutável. Essa é a fórmula para o entendimento da constituição setenária do ser humano (4+3=7) a também para sua jornada interior completa expressa pelos arquétipos presentes nos 12 signos do zodíaco (4x3=12).

O 4 nos cobra planejamento, exige que saibamos colocar os pés no chão antes de alçar vôo. Ele dá a oportunidade de arrumar a própria casa (os recursos materiais e nosso próprio corpo) para, daí sim, partir numa viagem sem volta a um entendimento superior. Chega a hora de colocar em dia nossos assuntos práticos, de assumir a responsabilidade pelo que desejamos e estar disposto a pagar o preço por onde se quer chegar.

As verdadeiras conquistas acontecerão através do 5 e do 6. Mas sem esta base do 4, seria um risco empreender o restante da jornada. Nada se sustentaria sem a força da Terra do 4 que dá forma, método, rotina, homeostase produtiva para o desenvolvimento da alma.


capítulo anterior
Número 3
próximo capítulo
Número 5

Obrigado, {{contato.nome}}!
Seu comentário foi enviado.


Conte-nos o que achou deste capítulo...



contato@eliti.com.br
(48) 9 9982-6011
Florianópolis e Blumenau

desenvolvido por