Números

Número 9

"Ide, ide, ide juntos, mais além do mais além, até a realização última."
Sutra Zen Budista

Às pessoas que foram além do aparente, que descobriram e superaram as limitações impostas pelo próprio egoísmo trilhando dregau por degrau da jornada interior chegando até ao 9 chamamos de humanitárias. Este é um rótulo baseado num movimento externo que tenta definir uma qualidade interna.

Sabendo que o propósito final não é outro senão o de evoluir cada vez mais para servir cada melhor, elas podem até parecerem exageradas, irresponsáveis e até loucas através das suas ações quando observadas pelos olhos daqueles que não dominaram a Arte de Viver e muito menos a Arte de Morrer. No fundo, apenas seguem à Verdade. Não são normais nem diferentes, são autênticos, uma qualidade perdida na infância e reconquistada somente agora, no final da jornada quando já estão prontas para partir.

O número 9 é o 1 na Terra a serviço do 0 no Céu. Daí sua geometria particular onde o 1 é guiado pelo Céu e canaliza sua vontade para a Terra. "Assim na Terra como no Céu" ou, se preferir, assim no 6 que reconhece a força dentro de si, como no 9, que reconhece a grande força acima de todos.

O 7, o 8 e o 9 fazem parte do grupo final dos números. Não estão mais a serviço de si mesmo como no caso do 1, do 2 e do 3. Tampouco estão à serviço de um grupo privilegiado que compõe sua tribo como no caso do 4, do 5 e do 6. Para o 7, o 8 e o 9 não há um ser que esteja fora do seu radar e não mereça seu respeito. É o grupo que faz a diferença para todos, por isso, é onde os verdadeiros líderes servidores se encontram. Veja este trecho de Samael Aun Weor que remete bem à ideia dos números 7, 8 e, principalmente, do 9 :

Quando alguém que serve de veículo ao Ser não trabalha desinteressadamente em favor da humanidade, não entendeu que é uma equação e fórmula exatas da ação lacônica do Ser. Só quem renuncia aos frutos da ação, quem não espera recompensa alguma, quem está animado apenas pelo amor para trabalhar em favor de seus semelhantes, compreendeu a ação lacônica do Ser.

Com a passagem pelo 6 nasce o 7 que possui a liderança mais fundamental e negligenciada que existe, a autoliderança. O 7 é um líder forte que soube buscar dentro antes de lançar-se para fora. O 8 é um líder de líderes que conhece a Arte de Prosperar, tudo que toca fica mais em harmonia com o Universo e, uma vez resolvidos os desperdícios, a energia pode fluir infinita e abundantemente. O 9 é um guia, um maestro, não pretende subir nenhum degrau, apenas se desloca para o espaço que lhe cabe e serve sem se identificar com o serviço prestado. Sabe que tudo o que faz é apenas como mero instrumento de uma vontade superior.

O 9 ainda é um homem ou uma mulher, mas não um homem ou mulher qualquer. Seu elemento é o Fogo que transmuta e eleva tudo que chega até ele. É uma chama viva de luz ao mesmo tempo sutil e perigosa. É uma ameaça constante à decadente sociedade de consumo iludida no mundo dos sentidos pois seu compromisso é apenas com a verdade e nunca com o status quo.

Seu foco não é servir a nenhuma instituição ou corporação, mas usa todas as forças e recursos que estão a sua disposição para melhor servir ao homem comum, o qual trata como irmão. Descobriu algo dentro de si e tornou-se capaz de reconhecer o milagre presente em cada um. Não perde a compaixão mesmo diante da constatação das limitação impostas mente e pelo corpo daqueles se encontram num estágio mais inicial da jornada interior. Já internalizou profundamente a lição que vem de cima, sabe que tomos somos um e tem sabedoria para distinguir o temporário do eterno.

Quando chega seu momento de partir não vemos dor, vemos um reencontro, uma grande libertação. Esta é a saída da vida na Terra pela porta da frente, livre da ignorância, do egoísmo e do medo. É chegar no último dos seus dias em paz, com o coração leve e cheio de gratidão, única coisa digna de ser acumulada e possível de ser levada.


capítulo anterior
Número 8
próximo capítulo
Convite

Obrigado, {{contato.nome}}!
Seu comentário foi enviado.


Conte-nos o que achou deste capítulo...